Q

Previsão do tempo

6° C
  • Monday 11° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 12° C
6° C
  • Monday 10° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 12° C
5° C
  • Monday 10° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 12° C

Fernando Nobre

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Candidato presidencial nas Caldas Na passada quinta-feira, nas Caldas da Rainha, o candidato à Presidência da República, Fernando Nobre, apelou à banca que “seja sensata” e que tenha vontade de fazer as apostas certas na “disponibilização de crédito aos empreendedores inovadores e criativos”. Numa visita à empresa Molde Faianças, Lda, no âmbito de uma acção […]
Fernando Nobre

Candidato presidencial nas Caldas Na passada quinta-feira, nas Caldas da Rainha, o candidato à Presidência da República, Fernando Nobre, apelou à banca que “seja sensata” e que tenha vontade de fazer as apostas certas na “disponibilização de crédito aos empreendedores inovadores e criativos”. Numa visita à empresa Molde Faianças, Lda, no âmbito de uma acção de campanha, o candidato disse que o crescimento de 0,2 por cento previsto na proposta do Orçamento do Estado (OE) para 2011 suportado por uma subida de 7,3 por cento das exportações, só é possível se houver muitas empresas como a Molde, que está com um grande acréscimo de encomendas além-fronteiras. Para Fernando Nobre são medidas muito optimistas porque a “exportação depende da inovação, criatividade e qualidade”. O candidato classificou a Molde como uma empresa de referência nacional, apontando que “é uma indústria exportadora de extrema qualidade, tem clientes extremamente exigentes mas continua com enormes constrangimentos no acesso ao crédito, impedindo o seu crescimento”. Fernando Nobre considera que “os bancos devem estar atentos para dar disponibilidade de investimento junto das empresas que são inovadoras e que apostem na exportação, porque só assim se vai conseguir reequilibrar as contas e o nosso défice”. Joaquim Beato, administrador da Molde Faianças, mostrou-se satisfeito com a visita do candidato, frisando que sua empresa tem a política de “casa aberta”. Queixou-se dos enormes constrangimentos no acesso ao crédito, frisando que “é impossível crescer sem crédito”. Segundo o empresário, a Molde aumentou este ano a produção na ordem dos 60%, face a 2009 e prevê um aumento de 30% em 2011. Os seus principais mercados são os Estados Unidos, França e norte da Europa. A empresa é quase cem por cento exportadora. “Quem compra cerâmica de grande qualidade é o Primeiro Mundo”, sublinhou. Depois da visita à empresa Molde Faianças, Fernando Nobre foi recebido na Câmara Municipal das Caldas da Rainha, tendo estado depois no auditório do CCC, onde deu uma conferência sobre “Esperança na Mudança”. O também fundador da Assistência Médica Internacional acredita que estamos no fim de um ciclo e que “a mudança é mesmo absolutamente necessária”, adiantando que “é preciso um novo paradigma na participação de cada um de nós na governação da nação”. “Só podemos melhorar se tivermos uma administração pública particularmente atenta e aberta ao público em geral”, disse o candidato, acrescentando que é preciso ter coragem de “reestruturar o Estado, de melhorar o funcionamento da nossa justiça, de pormos um nível de exigência na nossa educação e sobretudo sermos criativos e inovadores e irmos para o mundo”. Segundo Fernando Nobre, a reestruturação do Estado é um tema difícil mas há que “repensar o nosso modelo de desenvolvimento e lutar por objectivos comuns”. “Nós temos um país com 308 autarquias, 100 com menos de 10 mil habitantes e temos 4200 freguesias, portanto temos que repensar o país como um todo e não como múltiplas capelinhas isoladas”, sublinhou. O candidato alega que o municipalismo é uma “componente histórica da nossa nação” e defende “um Estado mais moderno mais eficaz, mais operacional e menos dispendioso”. O candidato à presidência da República nas eleições marcadas para 23 de Janeiro do próximo ano está a correr o país de lés a lés, como tantas vezes o tem feito em nome da solidariedade. Fernando Nobre classifica a sua candidatura como uma força de “ruptura”. Segundo o candidato a sua candidatura, “serve para mobilizar os portugueses e para lhes dizer que há uma mensagem nova em nome de uma esperança”. Conhecedor das realidades do país, as positivas e menos positivas, está preocupado com a “profunda desigualdade e exclusão social relativamente aos idosos e com a falta de esperança dos mais jovens”. Satisfeito com o começo da campanha, Fernando Nobre diz que as pessoas e entidades têm sido “muito receptivas”. “É um trabalho que eu tinha que fazer, com o objectivo de ter uma apreensão global das angústias e desafios mas também das esperanças”, adiantou. Esta acção de campanha de Fernando Nobre integrou uma ronda de visitas que englobaram os concelhos de Almeirim, Peniche e Caldas da Rainha. Nos encontros com os presidentes autarcas desses concelhos ouviu as suas preocupações manifestadas em relação à diminuição das transferências do Orçamento de Estado para as autarquias. “Para ter acesso ao quadro comunitário de apoio é preciso uma participação financeira da Câmara, portanto, algumas já não poderão concorrer a certos financiamentos porque não têm dinheiro e isso é preocupante”, referiu. Teresa Serrenho é directora da campanha de Fernando Nobre do sul de distrito de Leiria. Marlene Sousa

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Procissão das chouriças

Decorreram entre 20 e 22 de janeiro, em Valado dos Frades, na Nazaré, as Festas em Honra de São Sebastião, tendo o ponto alto sido a procissão, em que participaram dezenas de grupos com os seus andores de oferendas e devoção religiosa, e o famoso leilão das...

chouricas

Óbidos no Congresso Nacional de Desporto

No passado dia 23 de janeiro realizou-se em Barcelos o Congresso Nacional de Municípios Amigos do Desporto, com a participação de 167 autarquias, entre as quais a de Óbidos, tendo sido partilhadas algumas práticas de programas desenvolvidos em diferentes...

congresso

7.ª Entrega de “Kits Recém-Nascido”

Decorreu no passado dia 16, no Auditório dos Paços do Concelho do Cadaval, a sétima entrega de Kits Recém-Nascido, no âmbito do projeto "Oeste +Grávida". A cerimônia contou com a presença do presidente da Câmara Municipal, José Bernardo Nunes, e de Carla Serrenho...

kit