Q

Previsão do tempo

19° C
  • Friday 19° C
  • Saturday 20° C
  • Sunday 24° C
18° C
  • Friday 18° C
  • Saturday 20° C
  • Sunday 24° C
18° C
  • Friday 18° C
  • Saturday 22° C
  • Sunday 25° C

Óbidos prepara nova incubadora de empresas

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Óbidos vai criar uma nova incubadora de empresas, dada a lista de espera que possui e o sucesso da iniciativa pioneira no Convento de São Miguel, nas Gaeiras. A incubadora do Parque Tecnológico de Óbidos comemorou no passado dia 16 um ano de actividade, com todos os espaços ocupados e várias empresas em lista de […]
Óbidos prepara nova incubadora de empresas

Óbidos vai criar uma nova incubadora de empresas, dada a lista de espera que possui e o sucesso da iniciativa pioneira no Convento de São Miguel, nas Gaeiras. A incubadora do Parque Tecnológico de Óbidos comemorou no passado dia 16 um ano de actividade, com todos os espaços ocupados e várias empresas em lista de espera para integrarem o projecto, que deverá ser alargado a novos edifícios. “Temos actualmente dez empresas instaladas, onze em incubação virtual e uma lista de espera de várias empresas que gostávamos de receber e apoiar” disse Filipe Montargil, director do Parque Tecnológico de Óbidos. “O Parque começou por ter uma oferta por lotes, mas desde o princípio que nos preocupamos com as pequenas empresas e percebemos que o Convento de São Miguel era uma alternativa. Agora já temos os espaços todos ocupados”, referiu. A incubadora abriu portas no Convento das Gaeiras com oito espaços disponíveis, que foram imediatamente ocupados e posteriormente alargados para permitir a entrada de mais duas empresas. Denominado ABC – Apoio de Base à Criatividade, disponibiliza, para além do espaço físico a estas dez empresas, “incubação virtual” a empreendedores que apenas necessitam de sala de reuniões e de apoio administrativo e na área de negócio. “Pensamos que a incubação virtual não teria relevância mas acabou por resultar muito bem. Temos neste momento doze empresas”, revelou. Para estas “temos vindo a fazer formação na área do empreendedorismo e a prestar um apoio de proximidade virado para os planos de negócio de cada uma”, explicou Filipe Montargil. O modelo de incubação virado sobretudo para empresas na área da criatividade que pretendam vir a instalar-se no Parque Tecnológico de Óbidos permitiu neste primeiro ano a criação de cerca de duas dezenas de postos de trabalho. O aumento do número de empresas interessadas em integrar o ABC levou já a OBITEC – Associação Óbidos Ciência e Tecnologia (entidade gestora do parque Tecnológico) e a autarquia de Óbidos a equacionar a criação de novos núcleos de incubação de empresas. “Investimos vários milhões de euros no Convento de S. Miguel, requalificando o espaço para a criação de salas para as empresas, mas estamos actualmente com a capacidade completamente esgotada” explica o responsável pelo projecto que para crescer “terá que procurar novos espaços”. O primeiro ano de existência do ABC foi quinta-feira assinalado com um open day para incentivar a comunidade a conhecer o espaço e as empresas instaladas na incubadora. Segundo o presidente da Câmara de Óbidos, “houve uma estratégia de comunicação de modo a aproximar os gestores e os decisores dos Fundos Comunitários” para um reconhecimento externo deste projecto. A audição dos Planos de Negócio à gestão das empresas “aqui instaladas foi importante”, além do apoio a empresas a acederem aos Fundos Comunitários, por parte da ABC, destacou Telmo Faria. “Não somos uma incubadora tradicional que cobra uma renda baixa e tem uns serviços de low-cost. Nós vamos mais longe do que isso. Financiamento, estrutura, desenvolvimento e apoio à competitividade das empresas é uma das dimensões do projecto ABC”, sublinhou o presidente da Câmara. “Hoje pensamos em abrir mais espaços como o ABC. Porque quando se tem uma lista de espera, quando se tem uma taxa de incubação virtual, é uma questão que fez levantar outras metas. Fizemos uma reformulação ao QREN e vamos instalar uma nova incubadora à entrada da vila de Óbidos, no edifício da farmácia, para instalar actividades económicas. Assim, vamos dar resposta aos pedidos. Dentro de algumas semanas vamos fazer deslocar os serviços da empresa Óbidos Patrimonium para um outro local, para libertar o espaço e instalar uma incubadora na área dos serviços criativos na economia do turismo”, anunciou Telmo Faria. “Queremos dar um grande salto se aproveitarmos os jovens que apreenderam e querem potenciar o mercado turístico que tem à sua volta. Vamos colocar este projecto no coração do Centro Histórico de Óbidos. São empresas que tem de prestar serviços especializados e que tenham uma estratégia na criatividade e funcionem como empresa muito inovadoras”, declarou o autarca.   Carlos Barroso   Legenda: Telmo Faria e Filipe Montargil

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Papagaios gigantes coloriram o céu na Foz do Arelho

O passado fim-de-semana foi de grande animação na Foz do Arelho, com diversos eventos a terem lugar, no âmbito do 2º Festival da Lagoa. No domingo, os papagaios tomaram conta do céu.

primeira

Urgência de Ginecologia/Obstetrícia e Bloco de Partos continuam fechados ao fim de semana

A Urgência de Ginecologia/Obstetrícia e Bloco de Partos no hospital das Caldas da Rainha, na Unidade Local de Saúde (ULS) do Oeste, vão continuar a não receber utentes entre as manhãs de sexta-feira e de segunda-feira e quem necessitar de assistência médica deverá dirigir-se ao Hospital de Santarém, pertencente à ULS da Lezíria.

urgencia

“Mural dos afetos” dá as boas-vindas a quem chega à cidade

A imagem de uma mãe abraçada à filha embeleza a fachada de um edifício na Rua General Amílcar Mota, na entrada sul da cidade. Trata-se de um mural de arte urbana, da autoria de Daniel Eime, que identifica Caldas da Rainha como uma cidade que há uma dezena de anos faz parte do Movimento Cidade dos Afetos.

afetos