Q

Previsão do tempo

10° C
  • Tuesday 15° C
  • Wednesday 14° C
  • Thursday 14° C
11° C
  • Tuesday 15° C
  • Wednesday 14° C
  • Thursday 14° C
11° C
  • Tuesday 15° C
  • Wednesday 15° C
  • Thursday 14° C

Pandemia de gripe A terminou

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Passou a fase da pandemia do vírus da gripe A, mais de um ano depois do pânico causado quando a doença começou a se espalhar pelo mundo, deixando um número considerável de mortos.  O balanço da Gripe A foi feito por Jorge Nunes, delegado de saúde das Caldas da Rainha e médico do Agrupamento de […]
Pandemia de gripe A terminou

Passou a fase da pandemia do vírus da gripe A, mais de um ano depois do pânico causado quando a doença começou a se espalhar pelo mundo, deixando um número considerável de mortos.  O balanço da Gripe A foi feito por Jorge Nunes, delegado de saúde das Caldas da Rainha e médico do Agrupamento de Centros de saúde da Região Oeste Norte que na altura do pico da pandemia nos passados meses de Novembro e Dezembro desdobrou-se em acções de informação sobre o vírus da Gripe A (H1N1) em vários locais da Região. Diz que “não há motivo de preocupação”, no entanto lembrou que “o vírus, porém, não desapareceu”. Em declarações ao JORNAL DAS CALDAS, Jorge Nunes sublinhou que o vírus H1N1 vai continuar a circular, só que “não vai ter a expressão que teve por causa da vacinação e também por causa do grande número de pessoas que adquiriram defesa natural contra o vírus”. Segundo o profissional de saúde, um milhão de portugueses foram infectados. “Portanto uma grande percentagem da população está protegida, a transmissão da doença agora é muito menor”. No entanto frisou que o vírus vai continuar a circular, sobretudo “nas semanas frias do ano por isso faz todo o sentido fazer um apelo para os portugueses se protegerem através dos serviços de vacinação”. Jorge Nunes revelou que ainda há pessoas nomeadamente grávidas que pedem a vacinação da gripe A. “Temos stock de vacinas para as pessoas que ainda pretendem a vacinação”, revelou o delegado, adiantando que “apesar da vacina ser fornecida em multidoses (frascos separados com 10 doses), quando aparece uma pessoa que quer a vacina nós desperdiçamos um frasco”. A Direcção Geral de Saúde deu a conhecer os números da pandemia de gripe A em Portugal. Foram registados cerca de um milhão de casos, 1436 pessoas tiveram de ser internadas e 124 faleceram devido à doença   Vacina da gripe sazonal vai incluir vírus H1N1   Segundo este responsável, a vacina contra a gripe sazonal, irá conter o vírus H1N1. “A protecção contra a gripe A poderá também ser obtida pela toma da vacina sazonal, que estará à venda nas farmácias em Setembro”, disse.  A Estratégia Vacinal contra a Gripe para 2010/2011 foi apresentada pela ministra da Saúde, Ana Jorge que revelou que “a partir do Outono, os residentes em lares ou internados em unidades de cuidados continuados e os beneficiários do Complemento Solidário do Idoso vão receber, grátis, a vacina trivalente, contra a gripe sazonal, que inclui a estirpe H1N1 da gripe A”. As vacinas devem começar a ser distribuídas pelas administrações regionais, centros de Saúde, unidades de Saúde Familiar e hospitais, neste caso para os profissionais do sector, a partir de Outubro, o mês de arranque da campanha. “Apesar dos aspectos negativos, aprendeu-se muito com a gripe”, disse o delegado de saúde, acrescentando que é “inegável que a Gripe trouxe aspectos positivos para a população em geral em termos de novas atitudes e comportamentos em relação à higiene pessoal e ambiental”. Segundo este responsável, houve um reforço de articulação sobretudo das instituições relacionadas com a saúde, centros de saúde, hospitais públicos e privados. “Este fortalecimento dos laços de ligação vai permitir elaborar novos programas de parceria não só na área das doenças infecto-contagiosas mas em relação a outros assuntos”, referiu Jorge Nunes. De acordo com o delegado de saúde houve também uma ligação de trabalho com as escolas que “é fundamental trabalhar em termos de saúde”. O Agrupamento de Centros de saúde da Região Oeste vai iniciar já em Setembro um conjunto de acções escolares nas áreas da educação sexual, higiene e hábitos alimentares. “Vamos trabalhar já neste ano lectivo nessas três áreas”, disse, o médico, acrescentando que a “estratégia da educação sexual assenta na formação de professores apesar de pontualmente os profissionais de saúde irem às escolas”.   Distribuição de fruta nas Escolas do 1º Ciclo das Caldas   O delegado de saúde revelou ainda que vai entrar em curso este ano nos estabelecimentos do 1º ciclo dos agrupamentos de escolas da Região Oeste Norte a distribuição de fruta escolar, um programa da responsabilidade da Direcção Geral de Saúde muito semelhante à distribuição do leite escolar. “O objectivo é incutir melhores práticas alimentares entre os mais jovens”, esclarece, Jorge Nunes. Segundo informação do Ministério da Saúde, em Portugal, a prevalência da pré-obesidade e obesidade em idade pré-escolar, escolar e adolescente é de 31 por cento, com 10 por cento de casos de obesidade. A patologia está relacionada com um maior risco de doenças e de mortalidade precoce. Nas doenças associadas destacam-se a diabetes tipo 2 e as doenças cardiovasculares.  O delegado de saúde disse que os pormenores em relação à entrega da fruta ainda está a ser estudado, mas tudo indica que a fruta seja desta região. “Nós estamos numa zona muito rica em maça e pêra rocha, acho que o Ministério deverá estabelecer parcerias com os produtores locais porque até é uma forma de aproveitar a fruta que cai no chão”, explicou o médico.   Marlene Sousa

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Associação comercial reduz pegada ecológica

A ACCCRO – Associação Empresarial das Caldas da Rainha e Oeste vai realizar no dia 3 de dezembro uma ação de sensibilização e de distribuição de árvores, para que estas sejam plantadas em locais a selecionar pelas juntas de freguesia.

dsc 0488

Almoço pedagógico

O polo de Peniche da Escola Profissional Alda Brandão de Vasconcelos realizou um almoço pedagógico no Restaurante BrisaMar, no Hotel PinhalMar Peniche, confecionado e servido pelos alunos do Curso Profissional Técnico de Cozinha/Pastelaria.

solidario

Professor caldense concorre às eleições legislativas

Carlos Ubaldo, de 57 anos, professor na Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro, em Caldas da Rainha, é o nº 3 na lista do Bloco de Esquerda no distrito de Leiria nas próximas eleições legislativas, depois de ter sido o candidato à Câmara Municipal das Caldas da Rainha nas últimas eleições autárquicas.