Q

Previsão do tempo

19° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 21° C
19° C
  • Friday 20° C
  • Saturday 19° C
  • Sunday 21° C
20° C
  • Friday 22° C
  • Saturday 20° C
  • Sunday 23° C

Fernando Rocha contesta utilidade da Comunidade Intermunicipal

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Fernando Rocha, do Bloco de Esquerda das Caldas da Rainha, esteve no passado dia 12 na Assembleia Intermunicipal da OesteCim, e no período antes da ordem do dia, fez uma intervenção onde afirmou que “a Comunidade Intermunicipal e, consequentemente, esta Assembleia Intermunicipal do Oeste, é uma figura de utilidade duvidosa, que surge, de algum modo, […]
Fernando Rocha contesta utilidade da Comunidade Intermunicipal

Fernando Rocha, do Bloco de Esquerda das Caldas da Rainha, esteve no passado dia 12 na Assembleia Intermunicipal da OesteCim, e no período antes da ordem do dia, fez uma intervenção onde afirmou que “a Comunidade Intermunicipal e, consequentemente, esta Assembleia Intermunicipal do Oeste, é uma figura de utilidade duvidosa, que surge, de algum modo, como uma “macaqueação” daquilo que, verdadeiramente, falta ao Oeste e ao País, que é uma verdadeira regionalização, onde os representantes são eleitos directamente, e não como aqui de uma forma indirecta”. “Muitas forças políticas que têm sempre o reformismo na boca, reformistas, verdadeiramente, não são, porque obstruíram, têm sistematicamente obstruído, quase mataram, a reforma das reformas, que é a regionalização – onde os eleitos o seriam directamente, representando, de forma genuinamente democrática as populações das regiões, para contribuir para um País mais justo e equilibrado. E não este centralismo, esmagador, do Terreiro do Paço”, declarou. Segundo Fernando Rocha, “esta estrutura, bem vistas as coisas, é uma federação de interesses municipais, que disputam entre si quinhões de Poder. E, por isso mesmo, esta estrutura é, para toda a população do Oeste, algo de irrelevante, para não dizer uma quase não existência”. O deputado comentou que “olhando para a Ordem de Trabalhos faz-se uma acertada leitura da “irrelevância”. Quando se acusa a Regionalização de poder ser mais burocracia, então que dizer do que aqui vimos debater hoje? (a Ordem de Trabalhos era composta por: 1. Informações; 2. Informação do ROC sobre a Situação Económica e Financeira a 30 de Junho de 2009 da Comunidade Intermunicipal do Oeste; 3. Designação de Secretário-Executivo e respectiva remuneração; 4. Regulamento de Inventário e Cadastro do Património da Comunidade Intermunicipal do Oeste; 5. Constituição da Estrutura de Apoio Técnico e definição de funções dos seus membros; 6. Relatório de Actividades e Prestação de Contas do Exercício de 2009 da Comunidade Intermunicipal do Oeste; 7. Outros assuntos de interesse regional).” Sobre a reunião, Fernando Rocha destacou que “na parte final da Assembleia, que se prolongou pela madrugada, começaram-se a discutir de uma forma demasiado apressada, para não dizer leviana, questões como o Relatório de Actividades e Prestação de Contas de 2009, porque a maioria dos presentes o que queria era ir-se embora”.  “Ainda me pareceu que se equacionou a hipótese de marcar uma nova sessão, para continuação da reunião, devido ao adiantado da hora, mas, entre outros, o sr. Presidente da Comissão Executiva bateu-se contra essa hipótese por uma razão economicista, alegando que uma nova sessão importaria em 6.000 euros. Quanto a esse juízo do sr. Carlos Lourenço, ainda vá que não vá. Agora o que foi de grande mau gosto, revelador de paternalismo, para não dizer nepotismo, foi o facto de o referido sr. presidente  fazer acompanhar essa sua chamada de atenção de uma valoração do teor de muitas intervenções, que considerou desnecessárias ou supérfluas,  sem valia.  Na parte que me toca, não tive oportunidade de lhe dizer que não lhe reconheço autoridade para a formulação de um tão egocentrista juízo”, manifestou Fernando Rocha.   Francisco Gomes

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Bar com horário reduzido na praça 5 de Outubro

A Câmara das Caldas da Rainha deliberou reduzir o horário de funcionamento do estabelecimento “Hello Juice”, na Praça 5 de Outubro, depois de uma série de queixas por causa de ruído e de situações de violência na esplanada.

r27b Hello juice coffee and whiskey bar interior

“Casa da Rainha” assaltada no feriado de madrugada

A concept store “Casa da Rainha”, na rua Dr. Manuel Figueira Freire da Câmara, junto ao largo da estátua da Rainha D. Leonor, nas Caldas da Rainha, foi assaltada por desconhecidos durante a madrugada de 10 de junho.

AssaltoQuiosque2

Novo espaço de lazer na Quinta dos Moinhos

Foi inaugurado no dia 8 de junho o Espaço Verde Bairro do Areeiro, situado na urbanização Quinta dos Moinhos (junto à estrada que liga Caldas da Rainha ao Coto).

parqueareeiro1