Q

Previsão do tempo

13° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 13° C
13° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 13° C
13° C
  • Thursday 14° C
  • Friday 14° C
  • Saturday 13° C

“Vale” com 53 caldenses numa experiência inédita no CCC

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Depois de três dias intensos de ensaios, os figurantes caldenses do espectáculo “Vale” subiram ao palco do CCC das Caldas da Rainha na noite de 6 e na tarde de 7 de Março, em duas actuações que receberam do público uma grande recepção. Para os 53 participantes a experiência foi, sem dúvida, muito enriquecedora. Não […]
Vale com 53 caldenses numa experiência inédita no CCC

Depois de três dias intensos de ensaios, os figurantes caldenses do espectáculo “Vale” subiram ao palco do CCC das Caldas da Rainha na noite de 6 e na tarde de 7 de Março, em duas actuações que receberam do público uma grande recepção. Para os 53 participantes a experiência foi, sem dúvida, muito enriquecedora. Não só por poderem participar num espectáculo premiado pela Sociedade Portuguesa de Autores pela sua coreografia, mas também pelas relações humanas que se estabeleceram durante aqueles dias e por poderem conhecer o CCC de uma forma diferente. “Nas Caldas da Rainha tivemos um grupo muito interessante, com uma componente rica de idades. Desde meninas mais pequenas, passando por adolescentes e até alguns idosos”, referiu a Madalena Victorino, criadora do espectáculo. Madalena Victorino defende que a arte deve ter um papel muito importante na vida das comunidades, das cidades e das aldeias. “Vale” surge como uma consolidação de uma série de ideias e projectos que desenvolveu no âmbito da arte comunitária. A participação de amadores no CCC foi um recorde, em comparação com as apresentações feitas noutros teatros. Durante três dias ensaiaram das 18 horas à meia-noite. Jantaram juntos no CCC e partilharam muitas experiências. No fim-de-semana ainda houve um ensaio geral e as duas apresentações. No domingo, havia cansaço, mas acima de tudo muita alegria e energia comum. Mariana Silva, de 14 anos, já tem experiência nesta área porque faz parte de um grupo de Hip-Hop, mas gostou muito de poder aprender “outra forma de ver a Dança”. Para além de ter gostado muito de participar no espectáculo, sublinha que durante estes dias foram quase uma família. Também com 14 anos, Jessica Silva contou que esta nova experiência foi muito boa. Foi a primeira vez que fez parte de um evento de Dança e era mesmo algo de diferente assim que procurava quando se inscreveu. Esta foi a primeira vez que esteve no CCC, mas agora faz questão de voltar para assistir a outros eventos. Manuela Baroso, de 48 anos, é frequentadora habitual do CCC e com esta experiência pôde conhecer novos espaços no interior do Centro Cultural. Na sua opinião, esta é uma forma de aproximar a comunidade à cultura e ao CCC. “Foi uma experiência muito positiva e interessante. Foram dias muito intensos de relações humanas e também com mensagens muito fortes da Madalena Victorino para as pessoas”, disse. Aos 73 anos, Victor Gancho conta já com muitas participações em eventos culturais, mas este foi algo de muito diferente. “Foi uma experiência magnífica”, revelou. Eunice Quaresma tem 18 anos e é aluna da Escola de Dança Vocacional das Caldas da Rainha, mas desta vez decidiu participar ao lado de outras pessoas sem qualquer experiência. Ela e outras colegas da escola acharam que seria boa ideia participar, não só para o currículo mas também pela experiência em si. “Foi muito bom trabalhar com Madalena Victorino”, afirmou. Para a própria Madalena Victorino este espectáculo nas Caldas da Rainha será memorável porque, devido à grande adesão e ao tamanho do palco, fez algumas novas coreografias. Faz parte também do projecto uma aproximação da coreógrafa e dos intérpretes profissionais dos figurantes de cada localidade. Ao segundo dia Madalena Victorino já tinha decorado os nomes de todos. “É importante que quando estamos todos em palco as pessoas se sintam todas à vontade, satisfeitas e descontraídas”, explicou.

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Proteção Civil com simulacros durante uma semana

Ao longo de mais de uma semana, entre 4 e 14 de março, o Serviço Municipal de Proteção Civil (SMPC) das Caldas da Rainha realiza o Caldex’24, um programa que inclui exposição de meios e simulacros de incêndios, resgate no mar, roubo de automóvel e acidente de viação.

protecao1

Suspeito de homicídio terá sido ajudado

Luís Lopes, o homem acusado pelo Ministério Público (MP) de homicídio qualificado e profanação de cadáver do seu companheiro, em abril do ano passado, em Adão Lobo, no concelho do Cadaval, não será o único arguido a sentar-se no banco dos réus, no início do julgamento, a 18 de março, às 14h00, no Tribunal de Loures, sede da Comarca de Lisboa Norte.

crime

Ciclista da Ribafria venceu a primeira etapa da Taça de Portugal de Masters

Um ciclista do CRP Ribafria | Grupo Parapedra – Dinazoo – Riomagic venceu a primeira etapa da Taça de Portugal de Masters em Taveiro – Coimbra, no dia 25 de fevereiro. É uma corrida em que os atletas competem pela liderança entre escalões, sendo esta prova composta por cinco etapas.

ciclista