Q

Previsão do tempo

16° C
  • Wednesday 18° C
  • Thursday 21° C
  • Friday 25° C
16° C
  • Wednesday 18° C
  • Thursday 22° C
  • Friday 27° C
17° C
  • Wednesday 19° C
  • Thursday 24° C
  • Friday 31° C

Escritório de Advogados

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Exposição colectiva de pintura, desenho, gravura, escultura e cerâmica Aliar as potencialidades de um espaço dinâmico ao mundo da arte é o objectivo do Escritório de Advogados, situado na Avenida General Pedro Cardoso, nº 1 – 1º andar (frente à Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro), nas Caldas da Rainha, que volta a ter patente nas […]
Escritório de Advogados

Exposição colectiva de pintura, desenho, gravura, escultura e cerâmica Aliar as potencialidades de um espaço dinâmico ao mundo da arte é o objectivo do Escritório de Advogados, situado na Avenida General Pedro Cardoso, nº 1 – 1º andar (frente à Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro), nas Caldas da Rainha, que volta a ter patente nas suas instalações uma exposição. Desta vez o espaço recebe uma mostra colectiva de pintura, desenho, gravura, escultura e cerâmica, que foi inaugurada no passado dia 9. Patentes estão 54 obras dos artistas plásticos António Duro, Mónica Cid, Paula Veiga, Ricardo Tomás, Rosa Gomes e Teresa Cruz. Conjugar a criatividade destes seis artistas com a área do Direito é o intuito desta exposição colectiva, que poderá ser vista até 15 de Janeiro, todos os dias úteis, das 9 às 13 e das 14 às 18h30. O Escritório de Advogados realiza cerca de duas exposições por ano e esta mostra colectiva surgiu porque a organização entendeu que a época natalícia era propícia a eventos deste género. “Num espaço destes, que é improvável para exposições, nós já estamos a criar um hábito e cada vez mais temos artistas interessados em expor”, disse Lídia Lourenço, uma das organizadoras das exposições, que convida toda a população a visitar a mostra. As peças expostas também podem ser adquiridas, a preços especiais. Mónica Cid Mónica Cid, licenciada em Arquitectura pela Faculdade de Arquitectura da Universidade Técnica de Lisboa e Mestre em Belas Artes pela Universidade de Newcastle Upon Tyne em Inglaterra. Viveu durante quatro anos em Inglaterra e desde 2003 que se dedica à prática das artes plásticas e ao ensino do desenho. Realizou várias exposições e projectos artísticos em Inglaterra, nomeadamente um projecto individual de arte pública patrocionado pelo “Arts Council England”. Regressa a Lisboa em 2007 e desde então participou em várias exposições de diários gráficos e recentemente na exposição “Viarco Express – 1 Século, 10 Lápis, 100 Desenhos” que teve lugar no Palácio da Presidência da República em Lisboa. Colabora como docente de desenho, desde 2006, na Faculdade de Arquitectura, da Universidade de Newcastle Upon Tyne; e em 2007 integra na equipa de docentes do curso de desenho da Sociedade Nacional de Belas Artes em Lisboa. Reside a maior parte do ano em Lisboa. Para esta artista, expor num escritório de advogados é uma experiência inovadora e interessante. A esta mostra trouxe vários desenhos. Ricardo Tomás Ricardo Tomás, que actualmente tem o seu ateliê numa aldeia perto de Rio Maior, nasceu em Lisboa a 9 de Janeiro de 1968. Concluiu o Curso de Formação Profissional de Jovens na área de Serralharia na Companhia Carris de Ferro de Lisboa, o Curso Complementar de Artes Gráficas na Escola Secundária António Arroio e o Curso de Escultura em Pedra no Centro Internacional de Escultura de Pêro Pinheiro. Frequentou o Curso de Desenho Livre do AR.CO.. Ricardo começou por disciplinar o ferro, depois de dez anos a trabalhar como serralheiro civil na Companhia Carris de Ferro de Lisboa. Quando assistiu a uma exposição de João Limpinho na Malaposta decidiu-se por novos avanços. Deitou mãos às peças de autocarros e dedicou-se reciclar parte do lixo em arte, até mergulhar de cabeça na potencialidade do ferro. Além do ferro, também faz esculturas em pedra. É a primeira que expõe no Escritório de Advogados que considera um espaço “muito bonito”. “Enquanto as Galerias de Arte recebem só as pessoas que querem ver a exposição, aqui neste espaço há sempre clientes e público, aliás, é uma forma de levar a arte à população”, referiu. A esta exposição trouxe um conjunto de 15 peças de escultura. Maria Teresa da Cruz Marçalo Maria Teresa da Cruz Marçalo, reside e trabalha em Caldas da Rainha. Considera-se ceramista amadora e não de profissão. É uma mulher que luta pela cultura das Caldas da Rainha e quer fazer parte da sociedade activa na divulgação da arte. Trouxe a esta mostra várias peças de cerâmica. Formação Académica em História de Arte, pela Faculdade de Letras de Lisboa. A Nível das Artes frequentou cursos de pintura em cerâmica e azulejo na Escola António Arroio. Restaura e artes decorativas na Fundação Ricardo Espírito Santo, onde participou em várias exposições de trabalhos, durante os anos lectivos e fim de curso. Seguiu uma vida profissional diferente, mas a paixão pelas artes esteve sempre presente na sua vida. Ora fazendo ou dando variados cursos em ateliês e na Fundação Inatel. Rosa Maria Gomes Rosa Maria Gomes, nascida a 19 de Março de 1957, natural de Moçambique, desde sempre gostou de desenho e pintura, mas é auto-didacta. É médica de família e ocupa os seus escassos tempos livres a rabiscar. De seu nome próprio, Rosa Maria de São José, decide tomar por nome artístico S. José. Vive na Maia, e surgiu a oportunidade de expor no Escritório de Advogados, e para ela foi uma honra considerando o espaço “espectacular”. “Tem duas vantagens. Os clientes que vêm cá podem-se deliciar com obras de arte enquanto esperam para ser atendidas e outra é divulgar o espaço para a cultura”, disse. Trouxe a esta mostra sete pinturas a óleo sobre tela e duas com textura que fez para cegos. António Duro Bastante conhecido pela sua cerâmica alusiva ao Alentejo e em especial ao Cante Tradicional, António Duro nasceu no concelho de Almodôvar, tendo mais tarde fixado residência nas Caldas da Rainha onde hoje tem uma empresa de Design Gráfico” Tem nesta exposição alguns quadros de pintura. Paula Veiga Participou na exposição “Cantinho dos Reis em Coimbra” e participou nos concursos “Arte Efémera na Paisagem”, Fundação de Serralves e na “Escola Sensibilizada Floresta Protegida”, organizada pela Universidade de Trás-os-Montes e Alto Douro. Marlene Sousa

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Artigos Relacionados

Candidata da Iniciativa Liberal em piquenique no Parque D. Carlos I

Ana Martins, candidata da Iniciativa Liberal (IL) às eleições europeias, participou num piquenique no Parque D. Carlos I, nas Caldas da Rainha, onde manifestou que o país “podia ter feito muito mais com os fundos europeus que recebeu”.

Iniciativa Liberal 1

Composição de dança ganhou o 1º prémio do “Toma Lá Talento”

Martim Codinha, aluno no Colégio Rainha D. Leonor, conquistou o 1º lugar na final concelhia do concurso "Toma Lá Talento” com uma composição de dança.
O 2º lugar foi para Martim Marques, da Escola Secundária Rafael Bordalo, no domínio da guitarra.
A 3ª classificação foi para a dupla Marie e Anne, também da Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro, com cântico e guitarra.

talento 1