Q

Previsão do tempo

16° C
  • Friday 26° C
  • Saturday 28° C
  • Sunday 27° C
16° C
  • Friday 27° C
  • Saturday 29° C
  • Sunday 28° C
17° C
  • Friday 32° C
  • Saturday 33° C
  • Sunday 31° C

A brincar perdem o medo de ir ao médico

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O Centro de Juventude das Caldas da Rainha tornou-se na passada semana num hospital em ponto pequeno, onde os pacientes eram bonecos e os pais as crianças. Todas as doenças eram fictícias, mas a mensagem que se quis passar foi para ser levada muito a sério. O sofrimento e a dor são associados ao ambiente […]
A brincar perdem o medo de ir ao médico

O Centro de Juventude das Caldas da Rainha tornou-se na passada semana num hospital em ponto pequeno, onde os pacientes eram bonecos e os pais as crianças. Todas as doenças eram fictícias, mas a mensagem que se quis passar foi para ser levada muito a sério. O sofrimento e a dor são associados ao ambiente hospitalar mas para ajudar a desmistificar receios e minimizar a angústia sentida pelos mais novos, o Centro de Juventude voltou a organizar o Projecto Bata Branca. No ano passado foi a primeira vez que decorreu esta iniciativa e dado o sucesso do evento a organização quis repeti-lo. “Promover as regras básicas de saúde e esbater o receio em relação aos profissionais de saúde é o objectivo deste hospital que cura os bonecos”, disse Anabela Martins, do Centro da Juventude, revelando que este ano houve uma maior afluência, tendo o Centro de Juventude recebido cerca de 1000 crianças nos quatro dias que decorreu o evento. “A minha boneca tem muitas dores de barriga e muita tosse”, afirmou a preocupada Diana, de 4 anos. “O meu Shrek tem dores de coração e tem que ser operado”, informou Rodrigo, de 9 anos. De entre todos os sintomas e doenças, as mais referidas pelas crianças foram a febre, a tosse. Mas nem a Gripe A ficou esquecida. Num ambiente descontraído, foram os técnicos do Centro da Juventude, estudantes, profissionais de saúde e educação que fizeram o papel de médicos, tentando “diminuir nas crianças o medo da bata branca”. O Projecto Bata Branca contemplou um circuito preestabelecido com diferentes áreas, nomeadamente o consultório médico, bloco operatório, enfermaria, farmácia, entre outros. Ao longo do percurso foi explicada a importância dos cuidados de saúde bem como a organização e funcionamento das unidades hospitalares e de apoio à saúde. Na secretaria foi dada à criança uma caderneta onde puderam registar os dados do seu boneco, a sua doença e o tratamento prescrito. De seguida, no consultório, os “médicos” realizaram a consulta ao boneco doente e prescreveram o tratamento necessário e medidas preventivas de doença, alertando e detectando comportamentos de risco. Seguiu-se a passagem pela enfermaria. Aí, uma equipa de “enfermeiros” cumpria o tratamento previsto, dando injecções, medicamentos e “tirando radiografias” aos doentes. A saúde dos dentes e os cuidados para a manter não foi esquecida neste périplo pelos departamentos médicos. Crianças dos três aos 10 anos foram os destinatários desta iniciativa. “Actividades como esta têm gozado de grande sucesso, quer junto dos organizadores, quer junto das crianças”, sublinhou Anabela Martins. Marlene Sousa

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Alojamento na Serra do Bouro ganha prémio do Tripadvisor

A Flamboyant Boutique B&B, um alojamento de pequena escala na Serra do Bouro, nas Caldas da Rainha, ganhou o prémio Best of the Best 2024 do Tripadvisor, plataforma de avaliações que permite ao utilizador ficar a saber os melhores preços para tudo o que precisa na sua viagem, para além de informações e opiniões de conteúdos relacionados com o turismo.

Flamboyant1

Sofia está desaparecida

Ana Sofia Sousa Ribeiro, de 28 anos, foi supostamente passar uns dias em casa de uma amiga, em Lisboa, no passado dia 19, mas está desaparecida desde então, relata a família.

desaparecida

“Há Festa na Bordalo”

A Escola Secundária Rafael Bordalo Pinheiro, nas Caldas da Rainha, é palco da iniciativa “Há Festa na Bordalo”, no dia 4 de junho, para encerramento do ano letivo.