Q

Previsão do tempo

14° C
  • Sunday 19° C
  • Monday 22° C
  • Tuesday 20° C
14° C
  • Sunday 19° C
  • Monday 23° C
  • Tuesday 20° C
15° C
  • Sunday 21° C
  • Monday 24° C
  • Tuesday 21° C

Deputado do PS estranha declarações de Fernando Costa sobre a Lagoa

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
“Decorridos vários meses sem que as dinâmicas da natureza ou a intervenção humana tenham reposto as condições de usufruto do espaço balnear da Praia da Foz do Arelho (Lagoa e Mar), esta última novamente galardoada com a Bandeira Azul, persiste a preocupação sobre o estado de degradação atingido. A possibilidade de perturbação da época balnear, […]
Deputado do PS estranha declarações de Fernando Costa sobre a Lagoa

“Decorridos vários meses sem que as dinâmicas da natureza ou a intervenção humana tenham reposto as condições de usufruto do espaço balnear da Praia da Foz do Arelho (Lagoa e Mar), esta última novamente galardoada com a Bandeira Azul, persiste a preocupação sobre o estado de degradação atingido. A possibilidade de perturbação da época balnear, com bloqueios ao normal acesso à praia da Foz do Arelho (Lagoa e mar) pelos milhares de cidadãos que a procuram e a transformam numa das principais referências turísticas do Pólo de Desenvolvimento Turismo do Oeste, seria uma situação muito grave para a economia local e para a afirmação da região”, afirma António Galamba, deputado do PS na Assembleia da República. O socialista aponta que “o Ministério do Ambiente, do Ordenamento do Território e do Desenvolvimento Regional, através do Instituto Nacional da Água, com a colaboração do LNEC, tem estado em contacto com a Junta de Freguesia da Foz do Arelho e com a Câmara Municipal de Caldas da Rainha para acompanhar a evolução da situação e estabelecer as soluções ambientais e sociais mais adequadas”. “Foi com esse espírito que foi entendido, em reunião com os autarcas, que uma intervenção de emergência de colocação de sacos de areia só seria activada em caso de situação crítica. Essa proposta, preparada em conjunto com as Águas do Oeste, de acordo com parecer do LNEC, a ser concretizada teria fortes impactos na época balnear, embora salvaguardasse a estrutura do emissor submarino”, sublinha. “Ao longo do processo foram estabelecidos mecanismos de monitorização da situação e calendários, conhecidos dos autarcas locais, que têm estado a ser cumpridos”, refere. Segundo António Galamba, “relativamente à possível intervenção na aberta da Lagoa, ficou definido em Dezembro/Janeiro, que o LNEC em Maio elaboraria uma nota técnica sobre a eventual intervenção de acordo com os resultados da monitorização que é feita semanalmente, admitindo-se a possibilidade de, antes do Verão, concretizar uma eventual intervenção de reposicionamento da aberta, se tecnicamente e ambientalmente for possível”. O deputado estranha recentes declarações do presidente de Câmara Municipal de Caldas da Rainha, Fernando Costa, que no seu entender demonstram “um aparente desconhecimento dos calendários estabelecidos, a menos que decorram do facto do senhor presidente da Câmara, à semelhança do que acontece na relação institucional do município com outras entidades, se fazer representar por um vogal dos Serviços Municipalizados que não lhe transmitiu toda a informação”. Daí que, num requerimento ao Ministério do Ambiente, interrogue quem tem estado presente em representação do Município nas reuniões que o INAG tem realizado nas Caldas da Rainha. “Nas referidas reuniões e nos contactos posteriores não tem ficado clarificado o calendário das potenciais intervenções de emergência para superar o problema da deslocação da “Aberta” e da tradicional configuração do areal da praia da Lagoa e da praia de Mar da Foz do Arelho? Não ficou claro que ter-se-ia que aguardar por Maio para avaliar a dinâmica da “Aberta” face às marés vivas previstas?”, pergunta. “Em que momento, por quem e com que contornos foi formulado o pedido para que as Câmaras de Caldas e de Óbidos fizessem por ajuste directo pequenas dragagens? Qual a avaliação da situação da Lagoa de Óbidos e das Praias da Foz do Arelho? Que medidas e quando serão concretizadas as intervenções necessárias à reposição das condições básicas de sustentabilidade ambiental da Lagoa e de utilização do território balnear das Praias da Foz do Arelho?”, são outras interrogações. Francisco Gomes

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Fados no Valado de Santa Quitéria

No passado sábado, o snack bar da Associação Recreativa Desportiva Quiterense, no Valado de Santa Quitéria, sob a gerência de Rogério Camacho, levou a efeito uma noite de fados com João Plácido, Natália Neves, Sandra Caetano, José Neves e Manuel Neves.

valado

“A Revolução do 25 de Abril” no Café Central

O livro “A Revolução do 25 de Abril”, ensaio histórico de Medeiros Ferreira, é apresentado no próximo sábado, às 15h00, no Café Central, nas Caldas da Rainha, por Luís Nuno Rodrigues (ISCTE-IUL), Manuel Martins (NOVA FCSH) e o editor João Pedro Ruivo.