Q

Previsão do tempo

16° C
  • Wednesday 21° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 20° C
16° C
  • Wednesday 21° C
  • Thursday 20° C
  • Friday 20° C
16° C
  • Wednesday 22° C
  • Thursday 21° C
  • Friday 21° C

Jaime Silva visita Peniche

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
O ministro da Agricultura visitou no passado dia 20 de Maio a fábrica de conservas Seafood Investments Portugal, em Peniche, considerado um exemplo de uma empresa que está a reagir bem à crise, mantendo a liderança dos mercados inglês e francês. “Apesar da crise internacional e da desvalorização da libra inglesa, a crise ainda não […]

O ministro da Agricultura visitou no passado dia 20 de Maio a fábrica de conservas Seafood Investments Portugal, em Peniche, considerado um exemplo de uma empresa que está a reagir bem à crise, mantendo a liderança dos mercados inglês e francês. “Apesar da crise internacional e da desvalorização da libra inglesa, a crise ainda não chegou à fábrica que continua a exportar”, salientou Jaime Silva, sublinhando a importância desta indústria na área da transformação do pescado no país e estrangeiro. Na Seafood Investments Portugal, os 75 milhões de latas de conserva de cavala e sardinha são dirigidos à exportação, detendo as marcas “H Parmantier”, “Petir Navir” e “John West”, que continuam a ser líderes de mercado no Reino Unido e França. Face à posição de mercado, a sua facturação anual da fábrica cresceu de 20 para 45 milhões de euros, empregando mais de meio milhar de trabalhadores. A fábrica pretende investir dois milhões de euros na criação de uma unidade de produção de saladas de atum e prevê criar uma centena de novos postos de trabalho. Contudo, face à sua dimensão, a unidade está impedida de recorrer aos fundos comunitários no âmbito do Fundo Europeu das Pescas. Ao considerar tratar-se de um “projecto importante que vai criar cem postos de trabalho”, Jaime Silva prometeu “estudar se através de outros fundos será possível dar apoio para que o investimento venha para Peniche”. Satisfeito com esta promessa, ficou o presidente da Câmara Municipal de Peniche, António José Correia que ainda assim começou por lembrar que a autarquia tem vindo a acompanhar de perto a fábrica desde a sua mudança de proprietários. “A visita do senhor ministro concretizou-se depois de muita pressão que fizemos. Eu acredito que esta empresa tem futuro. Mais do que andarmos a apagar fogos, considero que aqui podemos atear a fogueira com o aumento da capacidade produtiva com o investimento de quase dois milhões de euros”, disse o autarca. Deste modo António José Correia considera positivo a criação de mais 100 postos de trabalho juntando-se ao cerca de 500 existentes, como uma forma positiva e de que a empresa está em franca expansão. “Gostava que o senhor ministro de agricultura e pescas fosse o nosso embaixador e promotor desta empresa para que os investimentos sejam ilegíveis e tenha incentivos. Na prática comparar isto à Quimonda das conservas. Esta empresa chega a ter na época alta mais de 750 postos de trabalho e tem uma elevada facturação. Nós queremos que se encontrem os meios financeiros para o apoio. Queremos que se criem postos de trabalho que não sejam precários”adiantou. O presidente da Câmara salientou ainda que a linha que o novo proprietário quer colocar em trabalho, o Atum “vai levar a um posicionamento do sector e do grupo que é extremamente positivo. Não vamos largar este projecto de aumento de capacidade produtiva”. António José Correia anunciou, ainda, que a Câmara em parceria com a empresa em Julho “vão lançar 50 mil latas de sardinha, no sentido de mostrar que as pescas, o peixe e as conservas são importantes para o país”. Carlos Barroso

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Bombarral com teleassistência e monitorização

O Município do Bombarral vai firmar um protocolo de cooperação com a GNR com vista à implementação do programa “eGuard – Sistema de Teleassistência e Monitorização”.

Opticaldas renovou imagem

A Opticaldas, a funcionar há cerca de três décadas em Caldas da Rainha, renovou o espaço com o intuito de criar mais conforto para a equipa e clientes. Preocupada com o meio ambiente, adotou práticas voltadas para a sustentabilidade. O “ambiente familiar” e a “proximidade com o cliente” são um dos fatores diferenciadores da Opticaldas, que apresenta uma nova imagem.

Opticaldas 1