Q

Previsão do tempo

15° C
  • Sunday 19° C
  • Monday 21° C
  • Tuesday 21° C
15° C
  • Sunday 20° C
  • Monday 22° C
  • Tuesday 21° C
16° C
  • Sunday 21° C
  • Monday 23° C
  • Tuesday 23° C

Ministra da Educação faz balanço mas recusa falar de Santo Onofre

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
Prova de aferição de Português foi “fácil” A generalidade dos 207 alunos da Escola Básica 2-3 D. João II das Caldas da Rainha que realizaram na passada segunda-feira a prova de aferição de Língua Portuguesa do 6º ano consideraram o exame “fácil”, sem perguntas difíceis de entender e não sendo extenso. Mais complicado foi redigir […]
Ministra da Educação faz balanço mas recusa falar de Santo Onofre

Prova de aferição de Português foi “fácil” A generalidade dos 207 alunos da Escola Básica 2-3 D. João II das Caldas da Rainha que realizaram na passada segunda-feira a prova de aferição de Língua Portuguesa do 6º ano consideraram o exame “fácil”, sem perguntas difíceis de entender e não sendo extenso. Mais complicado foi redigir um texto sobre um livro que tenha prendido a atenção dos alunos. Aí, os rapazes admitiram ter maior dificuldade, porque lêem menos do que as raparigas. A ministra da Educação, Maria de Lurdes Rodrigues, fazia ao princípio da tarde “um balanço positivo” da forma como a prova decorreu nas escolas do país Falando nas Caldas da Rainha, onde presidiu à entrega de prémios de um concurso escolar, a ministra destacou que a aferição “decorreu com normalidade, sem qualquer incidente, e por isso diria que não tem história”. “As crianças estavam tranquilas e as escolas bem organizadas, com os professores com um elevado grau de profissionalismo a fazerem aquilo que era esperado”, comentou. “Mais de 230 mil alunos é uma grande operação mas hoje já não faz história”, sustentou, anunciando que os resultados serão conhecidos “daqui por um mês”. “Esperamos melhores resultados”, disse Maria de Lurdes Rodrigues, indicando o esforço “no maior tempo de trabalho na escola, com as aulas de substituição e de recuperação”. A ministra sublinhou que as notas em cada escola serão também o reflexo “da análise que é feita, em cada ano, nas escolas, às matérias em que haja maior fragilidade, o que é um elemento de informação muito importante para que possam ser feitos ajustamentos nos modos de ensinar e nos materiais que são disponibilizados, e por isso tivemos milhares de professores a frequentar acções de formação em matemática e português dedicadas especificamente aos problemas de aprendizagem”. Questionada duas vezes sobre o processo de contestação ao modelo de gestão no agrupamento de escolas de Santo Onofre, a ministra escusou-se a responder e à segunda desabafou mesmo: “Santa Paciência”. Francisco Gomes (texto) Carlos Barroso (fotos) Ruben Alves 11 anos E.B. 2-3 D. João II das Caldas da Rainha “Não estudei muito e achei a prova fácil, o que achei mais difícil foi inventar uma história sobre o nosso livro favorito, porque não costumo ler muitos livros e escolhi o Guiness, que é um livro. Escrevi que tinha lá uma mulher que tinha 6342 piercings e um homem que partiu cocos com a mão. Sou aluno de ‘4’, mas para matemática vou ter de estudar mais” Tiago Gomes 12 anos E.B. 2-3 D. João II das Caldas da Rainha “A prova correu bem, acabei 15 minutos antes do tempo. A redacção do texto foi mais difícil, porque não leio muitos livros e fiquei sem saber o que escrever, mas acabei por falar do ‘Ulisses’, que li nas aulas este ano e no ano passado” Mara Monteiro 11 anos E.B. 2-3 D. João II das Caldas da Rainha “Pensava que fosse pior, estive a ver provas de outros anos com os meus pais. O mais complicado foram os verbos. Era fácil de perceber, eu é que não sabia muito bem. No texto não tive dificuldades” Joana Rogério 13 anos E.B. 2-3 D. João II das Caldas da Rainha “Estudei apenas duas horas. Não achei difícil. Fiz tudo dentro do tempo. Não há razões para queixas. Acho que matemática, na quarta-feira, não vai ser assim e por isso vou estudar mais”

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

Fados no Valado de Santa Quitéria

No passado sábado, o snack bar da Associação Recreativa Desportiva Quiterense, no Valado de Santa Quitéria, sob a gerência de Rogério Camacho, levou a efeito uma noite de fados com João Plácido, Natália Neves, Sandra Caetano, José Neves e Manuel Neves.

valado

“A Revolução do 25 de Abril” no Café Central

O livro “A Revolução do 25 de Abril”, ensaio histórico de Medeiros Ferreira, é apresentado no próximo sábado, às 15h00, no Café Central, nas Caldas da Rainha, por Luís Nuno Rodrigues (ISCTE-IUL), Manuel Martins (NOVA FCSH) e o editor João Pedro Ruivo.