Q

Previsão do tempo

8° C
  • Monday 12° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 11° C
8° C
  • Monday 12° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 11° C
8° C
  • Monday 13° C
  • Tuesday 12° C
  • Wednesday 11° C

“Liberdade”

EXCLUSIVO

ASSINE JÁ
História infantil contada em poesia por Isabel Sá Lopes De maneira lúdica e utilizando a sonoridade das palavras e o ritmo da linguagem, Isabel Sá Lopes escreveu o livro “Liberdade”, uma história infantil contada em poesia. Foi no passado dia 17, na Livraria Martins Fontes Portugal, nas Caldas da Rainha, que decorreu o lançamento desta […]
Liberdade

História infantil contada em poesia por Isabel Sá Lopes De maneira lúdica e utilizando a sonoridade das palavras e o ritmo da linguagem, Isabel Sá Lopes escreveu o livro “Liberdade”, uma história infantil contada em poesia. Foi no passado dia 17, na Livraria Martins Fontes Portugal, nas Caldas da Rainha, que decorreu o lançamento desta obra da professora e poetisa. O livro relata a conversa de uma mãe com o seu filho a propósito do amor da criança por um pássaro e desse amor se traduzir em deixá-lo em liberdade. Com esta história a autora pretende mostrar aos mais pequenos o “sentido e o valor da liberdade”. Isabel Sá Lopes aceitou o desafio dos responsáveis pela Livraria Martins Fontes – Portugal e traduziu o conto para inglês. Amante de poesia desde a sua tenra idade e com o dom de rimar, Isabel Sá Lopes decidiu escrever este livro não só como forma de fomentar a leitura perante os mais pequenos, mas também para levar a criança até à poesia. “Poucas pessoas compram poesia, ocorreu-me experimentar escrever um verso numa história para crianças, com o objectivo de lhes dar uma história, fomentar a leitura, e ao mesmo tempo proporcionar-lhes um poema, porque a criança gosta das palavras que rimam”, explicou a professora. Para Isabel Sá Lopes, “a melhor maneira de incentivar um filho a amar os livros e a gostar de ler é dar livros e ler em voz alta para ele”, acrescentando que “é em casa que se aprende a gostar de livros, não é na escola, está nas mãos dos pais e dos avós”. “As crianças devem conviver com os livros e suas imagens antes mesmo de aprender a ler”, adiantou. A ilustração do livro é da autoria de João Cabaço. Isabel Sá Lopes nasceu no ano de 1943 em Santarém mas vive em Caldas da Rainha desde 1967. É licenciada em Filologia Germânica pela Universidade Clássica de Lisboa. Lecciona português e inglês desde 1969. Actualmente é professora de inglês no Colégio Frei Cristóvão de A-dos-Francos e na Universidade Sénior Rainha Dona Leonor. Colaborou em colectâneas de poesia e no CD “Assim Se Diz” da Editora Minerva, e em “Histórias Devidas” da Editora Asa. Escreve para a imprensa regional e revista “Volta ao Mundo”. Colabora com regularidade em tertúlias literárias. Dirige um grupo de jograis denominado “Jograis Frei Cristóvão”. Isabel Sá Lopes gostava de no futuro publicar as suas crónicas sobre Timor e também gostava de lançar outra história infantil que escreveu em prosa. Marlene Sousa

(0)
Comentários
.

0 Comentários

Deixe um comentário

Últimas

Artigos Relacionados

PSP combate criminalidade em bares e ruas no centro das Caldas

Uma operação desenvolvida pela PSP das Caldas da Rainha na noite da passada sexta-feira e madrugada de sábado, tendo como alvo bares no centro da cidade e ruas nas proximidades, com o objetivo de “prevenir a criminalidade violenta e grave ou organizada e aumentar o sentimento de segurança na população”, originou a detenção de quatro homens, com idades entre 21 e 28 anos, pelos crimes de tráfico de droga, posse de arma proibida e condução em estado de embriaguez.

psp1

Lions formaliza entrega de verba de espetáculo solidário

O Lions Clube das Caldas da Rainha fez no passado dia 30 uma entrega formal ao Conselho de Administração do Centro Hospitalar do Oeste (CHO) da verba apurada no concerto solidário com o maestro e pianista António Victorino d’Almeida e trio de Pedro Caldeira Cabral....

lions

Desfile equestre apresentou reis do carnaval das Caldas

Luís Ventura, de 47 anos, e Mariana Mortágua, de 22 anos, foram escolhidos para serem os reis do carnaval das Caldas da Rainha, encarnando as personagens Zé Povinho e Maria da Paciência, respetivamente, criações de Rafael Bordalo Pinheiro como caricaturas do povo português.

reis00